Fazemos design interativo e criamos experiências, produtos e plataformas para ajudar as marcas a se relacionarem com seus clientes de uma maneira criativa.

Destaques

Destaques

Destaques

Destaques

Destaques

Destaques

Portfólio

Projeto

Cliente/Parceiro

Categoria

Tags

:-)

Grupo EPO
Club Med/Havas Worldwide

Projeto

Cliente/Parceiro

Categoria

Tags

:-)

Hospital Amaral Carvalho/DM9Rio
logotipos dos prêmios
SEEJ-MG
Veja todos os cases

Blog

Post

Tecnologias de Star Wars que já existem

Muitos já sonharam em ser um Jedi, lutando bravamente com o seu sabre de luz e utilizando A Força para o bem. E talvez George Lucas não imaginasse que boa parte do mundo que criou iria se tornar realidade, mas aconteceu.

Speeder Bikes

A cena de perseguição com as Speeder Bikes tem ação suficiente para deixar um adolescente sonhando por semanas. Mark DeRoche, da companhia Aerofex, sem dúvida era um deles e fez o sonho acontecer. Conheça sua hover bike que, segundo DeRoche, é “provavelmente um tributo ao time de George Lucas”. Porém, o seu preço não é tão legal assim. Para pilotar uma dessas custa entre $50,000 e $100,000 dólares. Mas quem disse que não vale a pena sonhar?

 

Próteses capazes de sentir

Não tem como esquecer a cena angustiante onde Luke perde sua mão em um duelo com seu pai (Darth Vader). Depois de todo o trauma causado, tanto pela revelação como pela perda, ele recebe uma prótese mecânica capaz de sentir como se fosse sua mão biológica. No mundo real, a DARPA tem trabalhado muito para descobrir como ligar próteses diretamente aos nervos, fazendo com que o usuário seja capaz de controlá-la como ele controla seu braço de carne e osso. Os progressos são animadores. 

Hologramas

Boa parte dos filmes de ficção científica quase que obrigatoriamente incluem esse recurso para ilustrar como a comunicação evoluiu. Atualmente ele tem sido utilizado de formas bastante criativas como a performance que emocionou os fãs de Tupac no Festival Coachella em 2012 ou a “apresentação” de Michael Jackson no Billboard Awards 2014 e também o protesto feito com hologramas para garantir o direito de protestar livremente nas ruas.

 

Droids Inteligentes

Em 2009 dois droids foram introduzidos ao mundo e eles se pareciam bastante com C3PO e R2D2. Wakamaru, um tipo de primo distante do C3PO, é um robô japonês construído para servir. Ele prepara sua comida, faz ligações e sempre te lembra o que você deve fazer. Perfeito para pessoas que precisam de cuidado constante. Já o droid PaPeRo herdou de RD2D a fofura e funcionalidade. Ele pode fazer praticamente tudo, como acessar seus e-mails e redes sociais. E se um dia você estiver entediado, o PaPeRo pode ser seu companheiro perfeito para diversão. Além disso, ele tem duas câmeras no lugar dos olhos, o que permite fazer vídeo chamadas com quem você quiser.

Ao ver toda essa evolução ficou bem claro que algumas tecnologias não estão em uma galáxia tão distante assim. 

Fonte: Cracked

Categoria

3bits recomenda

Tag

, , , , , ,

Interação

Comente (0)
Compartilhe

Post

H2H – Comunicação Mais Humana

h2h-post-sac

No marketing, costumamos dividir nossa atuação em duas categorias: B2B (business to business) e B2C (business to consumer). Essas diferentes frentes ajudam a direcionar melhor como entregar a mensagem. Porém, com a ascensão das mídias sociais, uma nova forma de comunicação se fez necessária entre aqueles que produzem conteúdo. Assim, surgiu o H2H – Human to human. 

Ao olhar para o consumidor apenas como dados de uma pesquisa, ignoramos seu desejo de sentir-se envolvido com a marca e seus produtos. Para mudar esse cenário, é necessário enxergar melhor com quem estamos falando. Devemos ter comprometimento e empatia, nos colocar no lugar do consumidor.

Negócios não têm sentimentos. Pessoas têm sentimentos.

É preciso entender que estamos lidando com seres humanos multidimensionais, que dificilmente vão ser definidos a partir de um único adjetivo. A imagem da família composta por pai, mãe e filhos, não corresponde a todas as famílias e com certeza, todas desejam se ver representadas. Esse é um grande fator no momento da escolha, entre duas marcas de produtos. Aquele que tem uma conexão emocional com o seu consumidor é o mais provável de ser escolhido.

Abandone linguagens técnicas e redundantes, fale a língua do seu público.

Deixe o “senhor” um pouco de lado, use mais o “você”. Mostre que está escutando de fato e não executando uma tarefa robótica do seu cotidiano. Escute os comentários, o que está sendo dito nas hashtags, nos grupos onde seu público estiver é o lugar onde você precisa estar. Ser acessível é a melhor estratégia.

Construa seu conteúdo de forma colaborativa.

E para não cometer erros, construa seu conteúdo em parceria com o consumidor. Se você não aproveitar essa oportunidade eles vão continuar produzindo, seja fotos para o Instagram, vídeos no Youtube ou textos gigantescos no Facebook. Portanto escute e entenda para só então agir. Com isso, seu negócio só tem oportunidades de crescer.

 Fonte: Bryan Kramer

Categoria

3bits recomenda

Tag

, , , ,

Interação

Comente (0)
Compartilhe
Ver todos os posts